Slide Down Menu HTML by Css3Menu.com

 

i

POEMAS

VERA MARIA VIANA BORGES

   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   

SE EU PUDESSE...
Vera Maria Viana Borges

Se eu pudesse...
Buscaria no infinito,
Para iluminar da humanidade os passos,
Uma estrela brilhante,
Bem reluzente,
Que ofuscasse as derrotas e os fracassos.
Se eu pudesse...
O ódio transformar no amor,
Tristeza em alegria,
Lamento em canção,
Fazer a natureza explodir em cor,
Extinguir de vez com a poluição...
Se eu pudesse...
Ser algum, teria fome,
Sequer medo, descrença, ou dissabor...
Seria farta a mesa de todo homem.
Se eu pudesse...
Abrandaria os vendavais,
Socorreria matas, peixes, rios...
Protegeria a todos os animais.

VIVEIRO

Vera Maria Viana Borges


Fios de arame,
Prendendo raras aves!
Penas coloridas,
Canto sublime,
Dádiva dos céus,
Que encantam todo ser...
Refrigera a alma,
Restabelece a calma!...
Dá paz a quem vê,
Embora o espaço tão pequeno
Limite o voo do pássaro,
Que talvez sonhe,
Voar bem longe,
Bem alto!
Há quem vive
Em coração do amado
Como em viveiro,
O amor, o torna prisioneiro,
O ciúme prende-o em cativeiro.
Sem deixar de amar,
Deseja voar,
Viver seu sonho, sua música e poesia...
Sem sair de seu regaço,
Juntos amar, poder viver...
Respirar!
Curtir, com seu par,
Amor único e primeiro,
Juntos no mesmo viveiro.
Poder ser alguém, ser gente,
Amar e sonhar!
Voar juntos!... Bem alto!...
Mas VOAR !...

 

BODAS
Vera Maria Viana Borges

Do champanha,
Numa mesma taça bebemos!
Ideais, sonhos, tudo...
Ilusões partilhamos.
Com o brilho das estrelas nos enternecemos...
E, um ao outro, inebriados,
Nos entregamos...
Sob o mesmo teto,
Cultivamos o amor,
Sutileza da essência,
Que perfuma e encanta a vida,
Fortalece nas crises e instantes de dor.
É bálsamo,
Que alivia do ego, a ferida.
Somos dois corações, num só...
Tão apaixonados!
Uma só alma...
Usufruindo doces prazeres dos deuses,
Do luar, das estrelas, do céu.
A cada boda, ainda bem mais, enamorados...
Do nosso enlace,
Nossos beijos são haveres,
Da união sublime,
Nosso filho é o troféu.

 

MEU AMOR

Vera Maria Viana Borges

Se tu és o estro,
Que me incentiva à poesia,
Torna-se patente, plausível, que o amor,
Que transborda o peito
E minha alma extasia, é teu...
Pleno de delírio, afago e ardor.
Com teu cheiro,
Fico ávida dos teus beijos,
Dos teus caprichos, cuidados e meiguice.
Fico ofegante à mercê dos teus desejos,
Entregando-me
Ao sabor das tuas carícias.
Ornas meus sonhos,
Navegas em minha alma,
Naufragas nas emoções e me libertas.
Penetras meu eu,
Com doçura me acalmas...
Satisfazes-me,
Com o prazer que despertas,
Envolves-me
E suavemente me abraças.
Abrasas-me,
E mui ternamente me acercas...

 

MEU FILHO
Vera Maria Viana Borges

Fruto bendito de sublime amor...
Em minhas entranhas desenvolvido,
A quem dei vida,
E ao meu ser dá fulgor,
Com seu sorriso...
E beijo enternecido.
Exerça de CRISTO os ensinamentos,
Encontre nos livros, infindas glórias,
Lições de vida
E de encorajamento,
Para que atinja esplêndidas vitórias.
Procure viver uma vida plena
De boas obras e compreensão,
Tendo a verdade
E o respeito por lema.
Aja sempre com sensibilidade,
Exalte dons morais,
Intelectuais...
Faça dos seus sonhos, realidade!

 

MINHA MÃE
Vera Maria Viana Borges

Dilacera-me o peito,
Dói...
Punge-me a alma esta saudade imensa,
Dor de sua ausência...
Rolam-me pelas faces lágrimas freqüentes,
E em doces devaneios,
Sinto sua presença.
Deus nos deu o privilégio de uma mãe santa.
Enérgica, dos seus deveres cumpridora...
Sem floreios,
Essencialmente amável ou franca.
Do belo, letras, artes, incentivadora.
Sábia, diligente,
Educou-nos por inteiro...
Da obediência, da compreensão,
Indicou os caminhos, as veredas
E mesmo os trilhos...
Vislumbro seu sorriso,
Seu semblante e cheiro...
Ao papai, às filhas e aos netos, como amou!
Aos genros estimados,
Chamou filhos...

 

 

MEU PAI
Vera Maria Viana Borges

Momento atroz o da separação...
Suprema angústia!
A alma dilacerada sangra em chaga,
Lancina o coração,
Ao ver o pai,
Ir para a eterna morada.
Bem me lembro dos conselhos,
Da tez,
Dos seus cabelos suaves branquinhos,
Dos esforços, anseios, sensatez,
Dos cuidados, desvelos e carinhos.
Muita energia e coragem na lida!
Ditoso, prazenteiro, trabalhando...
Amou-nos!
Foi nosso melhor amigo...
De súbito eis a hora da partida!
E, livremente,
O infinito buscando,
Nos braços divinos fora acolhido.

MEU ROSAL

Vera Maria Viana Borges

Rosas, rosas, Rosal!
Cores lindas, claras, vivas...
Serra azulada, monte azul, gente amiga...
Sol dourado, Cachoeirão magnífico!
Lua pálida, talvez...
Emocionada com seresteiros, poetas,
Cantadores de tanta beleza.
Uma aquarela!
Muita exuberância,
Nas flores de minha terra!
A rosa com tanto esplendor
Deu o seu nome a um pedaço da serra.
Por certo o Criador,
Fez de seu filho, arquiteto de sonho,
Músico, poeta, artista plástico,
Para exaltar com ardor,
A deslumbrante rosa, as rosas...
As rosas de minha terra...
Meu Rosal !...

 

QUERO VER O MUNDO EM PAZ!
Vera Maria Viana Borges


Quero ...
Quero ver o mundo em paz!
Sem bomba, guerra, medo, fome.
Quero ver um mundo só de amor!s
Paz entre as nações,
Povos irmanados
Num mesmo ideal...
Quero...
Quero ver o mundo em paz!
Paz, no sorriso da criança,
No respeito à natureza,
No apoio à juventude,
No amparo ao velhinho.
Paz, na esperança
Do equilíbrio ecológico,
De um céu sempre azulzinho,
De jardins floridos,
De pastagens verdes,
Animais protegidos
E lindas canções!..
Quero...
Quero ver o mundo em paz,
Quero ver o mundo em paz!

 

O PROFESSOR
Vera Maria Viana Borges

Há quem semeia mensagens de amor e paz.
Mesmo com intempéries,
A semente germina frutificando,
E a humanidade inteira faz
O alcance supremo de uma sábia doutrina.
Missão de amor,
De modelar genialidade
Que promove humildes,
Doutores, presidentes,
Rainhas, rei, príncipes.
Dá capacidade a diplomata,
E nada o torna diferente.
Simples!
Sua palavra é eco que ressoa...
Presença rica,
Da bondade e segurança
Do grande líder e perfeito benfeitor.
Mecenas, protetor das letras, que afeiçoa...
Baluarte
De obra sólida e de confiança,
Cuja viga e sustentáculo
É o PROFESSOR.

 

 

DOAÇÃO
Vera Maria Viana Borges

Dar gratuitamente.
Ofertar,
para salvar,
para curar,
por amor somente.
Doar,
dando-se em amor fraterno.
Doar-se,
como ensina o Pai Eterno.
Doador
de sorrisos, palavras, canções.
Gerador
de transcendentais emoções.
Doação
de bens, de órgãos, de sangue...
BOA AÇÃO
de herói sem nome,
que salva o que esvai,
o SER exangue.
SUPER AÇÃO
pra que a saúde retome.
Superação
de um PROVEDOR
que doa VIDA a um irmão,
e tudo faz
SOMENTE POR AMOR...

RECADO DO CÉU
Vera Maria Viana Borges

Veio o Arcanjo Gabriel
Trazendo para Maria
Recado vindo do céu
Cheio de Paz e Alegria.

Com humildade, ante o laurel
Deu seu SIM! Assumiria...
A Deus-Pai fora fiel
Mãe do Salvador seria.

Nossa Mãe, Senhora Nossa,
Sois a Mãe do Redentor,
Cobri-nos com bênção vossa,
Ó Mãe de Nosso Senhor.

 

CREIO!... AMO...
Vera Maria Viana Borges

Creio!
Amo um SER sempiterno
Que fez do nada,
A terra, os astros, o oceano todo azul,
Que se perde no horizonte.
Tudo criara!
Belezas infinitas fez de norte a sul.
Ao Criador
Que tudo fez resplandecente,
Não é justo
Que O atemorizem aos pequeninos,
Com os tais pecados
Que os transformam penitentes,
Para que não recebam castigos divinos...
O Deus que habita em nós,
É pleno de ternura.
Pai Celestial,
Que ensinamentos nos deixou...
Amigo, de forte energia, propulsor.
É o mesmo,
Que em praias da Galiléia andou.
Possui a mesma bondade e o poder de cura...
Nele permanecem a fé, a esperança e o amor.

O DOM DA VIDA
Vera Maria Viana Borges

Pelo dom da vida, agradeço-Te Senhor!
Pelo dulçor de partilhar
Da sinfonia de que és regente,
De assistir ao resplendor
Do entardecer
E da aurora luzidia...
Minuto a minuto a hora passa...
Mais um dia, mês, ano...
Chega o aniversário,
A vida avança...
Doestos, acalantos, temores, galhardia,
Sucesso, insucesso, frustração, esperança...
Alígera, a vida se aprofunda no tempo...
Sem querelas,
Façamo-la resplandecente,
Nívea, translúcida...
Ela é fugaz como o vento.
As marcas do tempo se imprimem no semblante...
No coração, de viver, um anseio ardente,
No recôndito da alma, bênçãos abundantes...

 

AOS AMIGOS, AMAR...
Vera Maria Viana Borges

Ser solidário
Estendendo a mão amiga ao semelhante,
É lenitivo p’ra dor
Da angústia massacrante,
Mágoa contida no íntimo do ser
Que é causa de estupor...
Ser amigo
Nos momentos de ventura é mais fácil.
São instantes agradáveis,
Sentimentos adornados com ternura,
Estabelecendo encontros memoráveis.
Ah, quisera eu,
Poder o amor conduzir ao meu irmão.
Mensageira da paz, ser!
Os implacáveis corações serenar...
Quisera palavras sábias proferir,
Refletir,
Para que mesmo sem querer
Venha ferir...
E, aos amigos, possa amar...

 

PRATA E OURO
Vera Maria Viana Borges


Não quero me desvairar
Pela prata e ouro,
Que aprisionam,
Em pélago fementido...
Por riquezas, vil metal
Ou algum tesouro,
Muitas vezes se ignora,
Até o próprio Cristo.
Bens materiais e dinheiro jamais
Deverão ser primazia do bem viver.
P’ra o caráter,
O que somos vale mais,
O ser
É bem mais importante que o ter.
Ser tão puro e simples como lis nos campos,
Ser digno, fiel,
Ter bom senso e acreditar
Que o que de fato tem valia
É o que somos.
A um bom juízo pretendo ter direito,
Verdade, justiça
Quero proclamar
Não em altas vozes,
Mas sim em grandes feitos.

   

 

 

 

 

Slide Down Menu HTML by Css3Menu.com